Últimas Notícias

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2021

Após 40 anos sem funcionar, sinos da Basílica Nossa Senhora da Conceição da Praia voltam a tocar; confira



Após 40 anos sem funcionar, os sinos da Basílica da Nossa Senhora da Conceição da Praia, no bairro do Comércio, em Salvador, voltaram a tocar, por meio de um novo sistema de som. A inauguração do sistema aconteceu no domingo (7), em uma missa.

Os sinos da basílica vão tocar, todos os dias, às 6h, 12h e às 18h.

A torre da basílica é a maior da Bahia, com 16 sinos. Com o novo sistema, trazido da Europa, todos os sinos serão acionados de forma eletrônica. Esta é a primeira vez que o sistema está sendo utilizado no país.

Nos séculos XVIII, XIX e XX, os sinos tocavam todos os dias. Mais do que anunciar o início das missas, os sinos da basílica anunciavam outros eventos.

“Incêndios, epidemias, mortes de personagens ilustres, chegada de visitantes, entre outros episódios. O sino sempre marcava esses eventos, e agora, eles vão voltar a tocar nos momentos religiosos e em outras datas festivas, para resgatar essa história que quase se perdeu”, conta o historiador Rafael Dantas.

Além dos sons tradicionais das missas, com o novo sistema, será possível também tocar músicas religiosas, como explica o historiador.

“No toque programado do badalo dos 16 sinos, que ritmados forma músicas, podemos tocar o Hino do Senhor do Bonfim, o Hino da Irmandade, músicas religiosas, com o toque dos sinos”, explica.

Esta é a 7ª igreja em Salvador que tem os sinos restaurados. A maioria das restaurações estão na região do Centro Histórico da capital baiana, como forma de incentivar o turismo.

“A gente tem focado muito nas igrejas do centro antigo, porque tem muitas igrejas e a que tem mais visibilidade turística, e isso é um potencial enorme que estava adormecido”, comenta o Secretário Estadual do Turismo, Fausto Franco.

Páginas