Últimas Notícias

terça-feira, 12 de março de 2019

Rodadas de negócios, contato direto com investidores e geração de emprego: Prefeito de Alagoinhas participa de missão empresarial na China


Com foco em atrair novos investimentos ao município e em fortalecer economicamente a região, o prefeito de Alagoinhas, Joaquim Neto, irá à China, no próximo mês, para a missão empresarial “Bahia Investment 2019”, promovida pela Federação das Associações Comerciais do estado da Bahia (FACEB) e UCB Turismo.
Com a ida ao maior país da Ásia Oriental, de 9 a 18 de abril, Joaquim Neto pretende atrair negócios e empresários chineses a Alagoinhas. Ao lado de cidades como Barreiras e Camaçari, o município foi um dos escolhidos, entre o estado da Bahia, para o fórum de investimentos, que reúne, este ano, prefeitos, autoridades de alto escalão do Governo da China e trades chineses previamente selecionados que possuem interesse em investir nas cidades do estado.
Quem acompanha o chefe do executivo municipal de Alagoinhas na viagem de negócios é o secretário de desenvolvimento econômico e meio ambiente, José Edésio Cardoso, que destacou a troca de experiências, o contato direto com investidores e o potencial econômico de Alagoinhas, no cenário baiano, como oportunidades para que o município assuma uma posição estratégica de fortalecimento socioeconômico.
“Temos um comércio forte, uma indústria forte e, ainda assim, percebemos que Alagoinhas tem estrutura para receber novos investimentos, empreendimentos, com uma posição geográfica importante. E não é apenas privilegiar o grande empresário. O que queremos é que as indústrias cheguem e possam se associar a outras, em um polo industrial de desenvolvimento, com uma preocupação maior que é o desenvolvimento sustentável. Nós temos aqui a água. Queremos crescer com controle ambiental para evitar sequelas no futuro. O prefeito pensa assim, quer que a gente conduza dessa forma e assim temos feito”, afirmou o secretário.
Segundo Joaquim Neto, a viagem contribui não só para o propósito principal a que se destina – estreitar relações com a China, com a abertura do mercado local a novos negócios – mas imprime também uma política de fôlego à busca de investimentos em diferentes segmentos, com um olhar direcionado à geração de emprego e renda para o município.
A intenção, de acordo com ele, é de que, com a chegada de novos investidores, Alagoinhas gere também empregabilidade, ampliando as oportunidades para quem busca inserção no mercado de trabalho.
“A geração de emprego é uma prioridade da Administração Municipal. Estamos buscando investimentos que possam trazer novas oportunidades para o trabalhador de Alagoinhas. Não queremos simplesmente trazer novas indústrias de fora, queremos que os investidores enxerguem Alagoinhas como uma cidade propícia para a instalação de novas unidades produtivas, para a criação de redes de negócios e a consolidação de parcerias que gerem empregabilidade por meio do aproveitamento da mão-de-obra local”, disse Joaquim Neto.
Desde 2014, a China vem optando por operações fundamentadas em fusões e aquisições de empresas que já atuam no Brasil.
De 2003 a 2018, 161 investimentos chineses foram anunciados no país e os investimentos confirmados chegaram a US$ 53,9 bilhões.
As últimas pesquisas divulgadas apontam para a confiança dos investidores chineses, que continuam enxergando o Brasil como um mercado-chave em setores como agronegócio, energia e infraestrutura.
É apostando na Bahia como terreno fértil e apresentando as particularidades de Alagoinhas para os chineses que o prefeito Joaquim Neto e o secretário José Edésio pretendem atrair novos olhares e impulsionar o desenvolvimento.
“Os representantes dos municípios participarão de rodadas de negócios com empresários chineses. Cada cidade leva uma apresentação e o foco é atrair investimentos. É importante ressaltar que os empresários de segmentos diversos já foram identificados previamente com interesse em investir no Brasil”, pontou o presidente da FACEB, Clóves Cedraz.
Na viagem, estão previstas visitas técnicas, reuniões, rodadas de negócios e uma agenda comercial em Xangai e Guangzhou.
Para apresentar Alagoinhas aos investidores, o prefeito Joaquim Neto levará materiais de divulgação sobre a cidade e discorrerá acerca dos recursos naturais, da estrutura, da história, da cultura e do potencial de crescimento do interior baiano.
Um dos fatores que deve ser enfatizado pelo prefeito é o potencial de mercado da argila, matéria-prima de qualidade encontrada no município e utilizada sobretudo pela indústria de cerâmica, na fabricação de louças, porcelanas e revestimentos.
É ressaltando a matéria-prima natural de qualidade e chamando a atenção para os atrativos do município que o gestor pretende prospectar investidores.
No total, cerca de 60 empresários chineses devem participar do evento.
Forças empresariais
Foto: Divulgação/SECOM
Visando à integração de esforços para atrair novos investimentos, o secretário municipal de desenvolvimento e meio ambiente, José Edésio Cardoso, se reuniu, na última semana, com representantes das forças empresariais de Alagoinhas para discutir e detalhar aspectos da missão empresarial na China.
O gestor da pasta esteve acompanhado do subsecretário Rannyery Miranda e apresentou, aos empresários e comerciantes locais, o objetivo da viagem, atentando para o propósito de estreitar relações com o país asiático e de atrair investidores à cidade.
Foto: Divulgação/SEDEA
Segundo a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente, empresários locais estão discutindo a possibilidade de participação no “Bahia Investment 2019”, acompanhando a ida do prefeito a Xangai. Novos encaminhamentos devem ser definidos até a próxima semana.

Participaram da reunião o presidente da Federação das Associações Comerciais do estado da Bahia (FACEB), Clóves Cedraz, o presidente do SICOMÉRCIO, Benedito Vieira, José Carlos, da ACIA e outros empresários da cidade, como Nydia D´Paula, Rodrigo Ribeiro, Hildebrando Teixeira, Helismar de Souza e Waldir Gonçalves.
Fonte: www.alagoinhas.ba.gov.br

Páginas