Últimas Notícias

sexta-feira, 3 de agosto de 2018

Fachin prorroga inquérito sobre Temer no caso Odebrecht

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou que a investigação contra o presidente Michel Temer e os ministros Eliseu Padilha e Moreira Franco sobre um suposto acerto com a Odebrecht fosse prorrogado por 60 dias.
Segundo a investigação, o trio teria participado de um suposto acerto com a empreiteira no valor de R$ 10 milhões para o MDB durante um jantar no Palácio do Jaburu em 2014. O pedido feito ao magistrado foi encaminhado pela Polícia Federal, que justificou a necessidade de mais tempo para avançar na apuração e realizar novas diligências, como novos depoimentos.
"Na hipótese concreta, como visto, a Polícia Federal salienta que os elementos aportados diversificaram as frentes investigativas e, portanto, justifica-se devidamente a necessidade de dilação de prazo em relatório parcial no qual são especificadas as diligências faltantes. [...] Nesse panorama, diante da manifestação da procuradora-Geral da República, os autos devem retornar à autoridade policial, pelo prazo de 60 dias, para a realização das medidas apontadas, além de outras que sejam úteis ao término das investigações", afirmou o ministro. (TRBN)

Páginas